39º Congresso indica jornada de lutas pela educação no dia 18 de março

0
346

O 39º Congresso do Andes-SN chegou ao fim no domingo, 9/11, após 5 dia de intensos debates, que tiveram como base o tema “Por liberdades democráticas, autonomia universitária e em defesa da educação pública e gratuita”.

O principal fórum de deliberação do Sindicato Nacional dos Docentes em Instituições de Ensino Superior contou com a participação de cerca de 700 pessoas e foi sediado pela Adusp (Seção Sindical do Andes-SN na Universidade de São Paulo).

A Uerj participou com uma das maiores delegações dos últimos anos. Foram 15 docentes, entre delegados e observadores (veja parte da comitiva abaixo).

Greve docente pauta debate sobre plano de luta do Setor das Federais

A intensificação da luta em defesa da carreira docente, do regime de dedicação exclusiva (DE), de melhores condições de trabalho e da recomposição orçamentária das Instituições públicas de Ensino Superior foram pautas das plenárias do Setor das Estaduais e Municipais. Foi discutido ainda o combate ao adoecimento da categoria.

Já o Setor das Federais discutiu a construção de uma greve, se possível com os docentes das Estaduais e Municipais. Os delegados do Setor indicaram o diálogo com outras categorias para a construção de uma greve da Educação, podendo englobar ainda todos os servidores públicos. A perspectiva é construir uma greve geral em defesa da Educação Pública.

Um calendário de lutas que prevê rodadas de assembleias até o dia 13 de março para debater a construção da greve foi aprovado por unanimidade. Foi indicada também uma jornada nacional de lutas com paralisações e atividades de mobilização no dia 18 de março.

Assembleia discutirá propostas de mobilização no dia 10 de março

A diretoria da Asduerj em reunião nesta terça-feira, 11/2, decidiu convocar uma reunião do seu Conselho de Representantes no dia 3 e uma Assembleia Geral dos Docentes no dia 10 de março para discutir estas propostas.

39º Congresso delibera pela manutenção da filiação do ANDES-SN à CSP-Conlutas

Após um debate que durou cerca de cinco horas, professoras e professores deliberaram pela permanência na Central Sindical por 255 votos a 142.

Aprovou-se ainda a realização de um Conad (Conselho Nacional de Seções Sindicais) Extraordinário, no segundo semestre de 2020. O evento deverá debater a relevância da CSP-Conlutas e sua atuação nos últimos dez anos. Para os propositores, o Conad Extraordinário possibilitará que a base do Sindicato Nacional discuta sobre a manutenção ou desfiliação do Andes-SN à CSP-Conlutas.

Eleição para diretoria do Andes-SN tem duas chapas inscritas,

Duas chapas se inscreveram para participar do processo eleitoral para a diretoria que estará à frente do Andes-SN, no biênio 2020/2022. As chapas apresentaram, no penúltimo dia do 39º Congresso do Andes-SN, os candidatos aos cargos de presidente, secretário-geral e 1º tesoureiro (na foto, os componentes das dua chapas). E têm até o dia 9 de março para apresentar a composição completa.

As eleições acontecem entre os dias 12 e 13 de maio de 2020, em instituições de ensino superior de todo o país que contam com seções sindicais do Andes-SN.

40º Congresso

A cidade de Porto Alegre (RS) foi escolhida como sede para receber o próximo congresso do Sindicato Nacional. A 40ª edição do evento marcará também o aniversário de 40 anos do Andes-SN.

#Uerjresiste

Foi um sucesso a banquinha montada pela comitiva da Uerj no 39º Congresso para vender camisetas UERJ Resiste! e divulgar nossa história de luta e resistência a professoras e professores de todo o país.

*A partir de publicações na página do Andes-SN e da Adusp