#LuizPauloVive

0
136

há exatamente 50 anos, em 22 de outubro de 1968, o estudante de Medicina da UERJ, Luiz Paulo da Cruz Nunes, foi assassinado com um tiro na cabeça durante um protesto pacífico em frente ao Hospital Universitário Pedro Ernesto (HUPE). O episódio gerou diversos protestos da comunidade acadêmica, que se estenderam até 2008, quando foi concluída simbolicamente a solenidade de formatura da UERJ, após uma interrupção forçada da cerimônia no Teatro Municipal, em 1972.

Fonte: Uerj em dia