Nota da Asduerj em repúdio ao atentado à liberdade de expressão

0
1555

Na quarta-feira, 19/5/2021, Dia Nacional de Paralisação em Defesa da Educação, estudantes, trabalhadoras e trabalhadores da Educação de todo país realizaram uma mobilização nacional por vacina, pão, saúde e pela educação.

Na Uerj, esse dia de Paralisação Nacional em Defesa da Educação reuniu, no Campus Maracanã, em um ato combativo e vibrante, professores/as, técnico-administrativos/as e estudantes da Uerj e de várias outras instituições federais e estaduais do ensino secundário do Rio de Janeiro. Durante o ato, foi fixada uma grande faixa com a palavra de ordem “Vacina no braço, comida no prato” na fachada principal do Pavilhão João Lyra Filho. Outras faixas menores, denunciando os ataques que vêm sofrendo a educação e os serviços públicos, foram colocadas no campus e na rampa do Metrô da Estação Maracanã.

No dia 20/05/2021, tivemos notícia de que um Deputado Estadual do Rio de janeiro – Anderson Moraes (PSL) -, invadiu, na calada da noite, o Campus Maracanã da Uerj, em uma postura descontrolada em função das críticas ao governo do Presidente Jair Bolsonaro, provocando vandalismos contra as faixas afixadas nesse espaço, intimidando os seguranças, xingando servidores/as e estudantes. O agressor invocou sua condição de parlamentar para justificar o alegado direito de invadir, destruir, caluniar, vociferar contra a Universidade e publicar em suas redes o que ele acredita ser o seu papel como representante parlamentar.

No bojo das injúrias e ameaças, atacou a Constituição Federal Brasileira de 1988 e a Constituição do Estado do Rio de Janeiro, que garantem autonomia às Universidades, invadindo agressivamente um espaço público e desrespeitando nossos direitos de liberdade de expressão como cidadãs e cidadãos brasileiros, garantidos pelo artigo V da Constituição, o que desautoriza a indecorosa e ilegal ação do parlamentar. Não estamos, mais, vivendo a Ditadura Militar, não aceitamos patéticas performances de autoritarismo de quem quer que seja!

Nossa ética e nosso trabalho nos colocam como adversários da ignorância, da violência, da mentira, do rebaixamento da política e de seus propagadores.

Portanto, é muito grave que um representante da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro – Alerj – invada o espaço da Universidade com essa postura criminosa. Consideramos fundamental conclamar a Alerj a posicionar-se, pois temos certeza que essa Casa não tem acordo com tamanha brutalidade e desrespeito às nossas instituições e aos nossos direitos constitucionais, que tanto lutamos para construir, em nosso país!

Nós, da Uerj, uma Universidade de excelência no âmbito do ensino, da pesquisa e da extensão universitária, presente na capital e em vários municípios do interior do estado do Rio de Janeiro, referência nacional e no mundo, não nos calaremos e não deixaremos de lutar por vacina, pão e contra a destruição dos serviços públicos, entre eles, a saúde e a educação!

Daí, continuaremos a exigir “Fora Bolsonaro e Mourão”! Em defesa da vida, da ciência e da democracia brasileira!

imagem: andesufrgs