Assembleia da Asduerj delibera pela adesão à Paralisação Nacional da Educação no dia 19/5 e ato público no campus Maracanã, às 11h

0
406

A Assembleia Docente Virtual da Asduerj realizada na quinta-feira, 13/5, aprovou a adesão à Paralisação Nacional da Educação, que acontece no dia 19/5. Decidiu-se ainda realizar, neste dia, um ato público no campus Maracanã da Uerj, a partir das 11h. A concentração será no Portão 5, entrada pela Rua São Francisco Xavier.

A Paralisação Nacional da Educação foi proposta em reunião extraordinária dos setores (Estaduais, Federais e Particulares) do Sindicato Nacional de Docentes em Instituições Ensino Superior (Andes-SN) em resposta aos ataques à educação contidos no Projeto de Lei 5595/2020 e na Reforma Administrativa do governo Bolsonaro.

O Projeto de Lei 5595/ 2020 veda a suspensão das atividades educacionais em formato presencial nas escolas e instituições públicas e privadas de ensino superior, mesmo durante a pandemia, passando a considerar a educação atividade essencial. Além de limitar, na prática, a liberdade sindical de profissionais de ensino, coloca em risco a vida das comunidades universitárias durante esse grave momento da pandemia.

Durante a paralisação das atividades docentes, este Dia Nacional em Defesa da Educação será marcado, na Uerj, por um ato público com fixação de faixas no campus Maracanã e arredores, como parte das diferentes atividades que vêm sendo desenvolvidas pela Asduerj, dando ênfase à campanha “Vacina no Braço, Comida no Prato”, na Uerj.

No dia da paralisação, a categoria docente será convidada a promover uma série de eventos de extensão com a sociedade para enfrentar o problema da renda e da segurança alimentar.

A Assembleia deliberou também a articulação de um ato de rua da Educação, junto às demais seções sindicais do Rio de Janeiro. Essa proposta de ato, com atenção aos protocolos de segurança, será levada às demais seções sindicais pela Asduerj e a sua operacionalização será responsabilidade da Comissão de Mobilização da Seção Sindical do Andes-SN na Uerj.

A adesão à Paralisação Nacional da Educação foi o segundo ponto de pauta da assembleia, que discutiu ainda o Ensino Remoto e o retorno presencial futuro seguro às atividades na universidade. Saiba mais sobre esse ponto em breve.

Artigo anteriorPor um Programa Sindical-SUS
Próximo artigo✊🏾 É Hoje! A educação precisa resistir!