Mulheres cientistas criam fórum estadual sobre gênero, parentalidade e diversidade na academia

0
1169

No dia 26/03/2021, representantes dos grupos de trabalho de quatro universidades públicas fluminense (UERJ, UFRRJ, UFRJ e UFF) se reuniram para iniciar a construção de um fórum estadual sobre equidade de gênero, parentalidade e diversidade na academia.

Em comum, os quatro GTs tem como pauta realizar estudos, ações e propostas que visem mitigar as desigualdades de gênero no ambiente universitário, buscando estratégias para que as Universidades não sejam reprodutoras da cultura patriarcal e misógina que estruturou nossa sociedade.

Dos quatro GTs, três foram criados em 2020, diante de evidências científicas que mostraram como as disparidades de gênero no mundo do trabalho, anteriores à pandemia, foram agravadas pela crise sanitária, afetando as mulheres em todos os setores, incluindo o cientifico/acadêmico.

As docentes esperam que esse seja o início de uma forte parceria entre as mulheres das universidades públicas do estado do Rio de Janeiro para fomentar ações que garantam maior equidade nas universidades, fortalecendo a presença das mulheres na ciência. Neste sentido, esperam que as demais universidades do estado venham a criar seus GTs e possam também somar na construção deste fórum.

Veja a seguir a lista dos grupos de trabalho reunidos:

GT Mães Cientistas da UERJ: maescientistasuerj@gmail.com

GT Parentalidade e Equidade de Gênero da UFRJ:    parentalidade@reitoria.ufrj.br/@gtpeg.ufrj (Instagram)

GT de Mulheres na Ciência da UFF: https://www.mulheresnaciencia.org, https://www.facebook.com/gtmulheresnacienciauff,  @mulheresnacienciauff (Instagram)

GT 5 – Parentalidade, Trabalho e Cuidados UFRRJ (Deliberação CONSU 288/2020)

Artigo anteriorNota da Asduerj
Próximo artigoHupe sofre com escassez de medicamentos para intubação e de antibióticos no auge da pandemia