Asduerj, Sintuperj, e DCE repudiam acusações e exposição de servidores da Uerj por parlamentares

0
313

A Asduerj, o Sintuperj, e o DCE repudiam as ações truculentas protagonizadas pelos deputados estaduais do Rio de Janeiro Rodrigo Amorim (PTB), Filippe Poubel (PL) e Alan Lopes (PL) que, no último dia 27 de setembro, adentraram ao campus Maracanã da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) e acusaram servidores da instituição de praticarem crimes de peculato e estelionato. Além da acusação sem provas, os parlamentares realizaram abordagens truculentas, exigiram explicações quanto aos procedimentos administrativos que não cabem aos funcionários, levaram-nos ilegalmente à Delegacia e ainda expuseram publicamente imagens dos servidores. 

As entidades representativas de servidores e estudantes da universidade reiteram que os servidores da Uerj seguem restritamente os procedimentos administrativos constantes das legislações que regem o serviço público estadual e das determinações da Administração da universidade, instituição que dispõe de autonomia administrativa conferida pela Constituição. Portanto, todas as informações requeridas pela sociedade devem ser encaminhadas à Administração da Uerj, que é a representante legal da universidade.

A Asduerj, o Sintuperj, e o DCE se solidarizam com os servidores que foram vítimas de constrangimento e se colocam em defesa deles contra esse abuso por parte dos parlamentares. A lei deve ser respeitada e a sociedade não aceita que componentes políticos se escondendo em uma falsa imunidade tenham passe livre para constranger, humilhar e expor a um dano moral servidores no exercício de suas funções.

WhatsApp Image 2023-10-03 at 15.56.55.jpegSintuperj.jpg Logo DCE Uerj.jpg

Artigo anteriorRegional Rio do Andes-SN inaugura nova sede e articula campanha salarial conjunta das estaduais
Próximo artigoPlenária de Aposentadas e Aposentados discute série de questões da categoria e anuncia Encontro Artístico Cultural