Carta à Reitoria aprovada em Assembleia Comunitária no dia 5/7/2022

0
181

Considerando os princípios de defesa das condições de trabalho e estudo que, entre outros, orientam a ação dos movimentos sindicais e estudantil, apontamos a necessidade de que os pontos listados abaixo sejam garantidos nas atividades presenciais da universidade.

  1. Funcionamento regular da comissão para avaliação, planejamento e implementação das ações necessárias ao retorno presencial seguro na Uerj, da PR-5, com caráter deliberativo e não apenas consultivo;
  2. Disponibilização de equipe técnica para apoio e suporte logístico e instrumental à Reitoria, unidades e demais interessados em relação às condições para retorno presencial seguro;
  3. Estímulo à criação e funcionamento regular das comissões locais nas unidades, com composição paritária entre os segmentos da comunidade acadêmica;
  4. Financiamento público das ações de readequação estruturais e de proteção da comunidade acadêmica;
  5. Publicização das ações implementadas para proteção da comunidade;
  6. Publicização das informações de monitoramento dos casos de Covid-19 na Universidade;
    1. Socialização do número de casos de Covid-19 na comunidade acadêmica, confirmados por testagem interna e externa à Uerj, desagregados por unidade, segmento e semana de aula;
    2. Socialização do número de casos de Covid longa na comunidade acadêmica e ações de assistência à saúde das/dos acometidas/os;
  7. Criação de polos de testagem em todos os campi com ampliação do horário dos postos de testagem, contemplando os três turnos de funcionamento da universidade;
  8. Elaboração de protocolos em todos os campi da Uerj prevendo:
    1. testagem diagnóstica para casos sintomáticos;
    2. testagem de rastreamento de todos os contactantes de pessoas com diagnóstico de Covid-19 confirmado
  9. Reabertura do posto de vacinação contra Covid-19 no campus Maracanã;
  10. Continuidade da exigência de máscaras e passaporte vacinal para acesso à universidade.
  11. Distribuição de máscaras para todo o corpo universitário, preferencialmente PPF2.
  12. Disponibilizar serviços de atendimentos à saúde mental da comunidade universitária.
  13. Inclusão de representante dos terceirizados(as) nas comissões para discussão das condições de trabalho na Uerj.
Artigo anteriorAssembleia comunitária se posiciona pela manutenção das atividades presenciais e cobra garantias de segurança sanitária à Reitoria
Próximo artigoManifestações no Rio e em Brasília cobram recomposição do orçamento das federais