Asduerj, DCE e Sintuperj conquistam a garantia de participação e controle social no debate sobre retorno presencial seguro na Uerj

0
148
Retorno presencial na Uerj

Foi publicado no Diário Oficial do Poder Executivo na última segunda-feira, 15/9, a Portaria nº 644/2021 da Pró-Reitoria de Saúde da Uerj (PR-5), que designa os membros da “Comissão para avaliação, planejamento e implementação das ações necessárias ao retorno presencial no âmbito da Uerj”. A Comissão presidida pelo Pró-Reitor de Saúde, Professor Denizar Vianna, é composta por 16 membros, a maioria oriunda de Unidades Acadêmicas do Centro Biomédico, à exceção de representantes da Asduerj, DCE e Sintuperj.

A inclusão das representações das entidades sindicais e estudantis na Comissão contempla a demanda por participação e controle social da comunidade universitária, proposta pelo Documento Norteador para Retorno Presencial Seguro. Encaminhado à Reitoria e à PR-5 em ofício assinado pela Asduerj, DCE e Sintuperj no dia 2 de setembro, o documento é uma contribuição das três entidades para o planejamento e o monitoramento da execução de medidas necessárias ao retorno presencial seguro, na Universidade.

Proposto inicialmente pela Asduerj, o texto passou a ser assinado também pelo Sintuperj e DCE, após uma série de importantes debates realizados no âmbito do Fórum das Três Entidades Representativas da Uerj. O texto original foi elaborado pelo GT da Comissão de Estudos e Sistematização de Parâmetros de Segurança da Asduerj e aprovado, sem prejuízo de modificações, em Assembleia Docente no dia 16 de julho.

Retorno presencial seguro foi uma das principais bandeiras da Asduerj em 2021

Já na sua primeira assembleia de 2021, no dia 26 de fevereiro, a Asduerj expôs sua preocupação com a trágica situação da pandemia da Covid-19 no país. A participação ativa nas campanhas pela vacinação em massa, inclusive da comunidade universitária, e a construção de parâmetros sanitários para um seguro retorno presencial futuro das atividades na Uerj foram enfatizadas como as principais bandeiras de luta do Sindicato, naquele momento. A criação da Comissão de estudos e sistematização para o retorno seguro foi uma das deliberações da assembleia.

O Documento Norteador para Retorno Presencial Seguro – Proposta de critérios visando a retomada de atividades presenciais de ensino, pesquisa e extensão na UERJ – foi fruto de cinco meses de intensas discussões, feitas pela Comissão da Asduerj. Após a sua aprovação em assembleia, recebeu contribuições da base docente enviadas por e-mail, bem como em debates realizados com o Sintuperj e o DCE. O resultado, amplamente divulgado, recebeu elogios da comunidade universitária por sua consistência, compromisso e atenção à saúde, à qualidade e à relevância social do ensino, da pesquisa e da extensão realizados pela Uerj.

As propostas contidas no Documento serão a base das contribuições apresentadas junto à Comissão constituída no âmbito da PR-5. Nessa comissão, a Asduerj será representada pelo Professor Dario Sousa e Silva e pela Professora Daniele Brandt.

Artigo anteriorAsduerj e Fosperj convocam para ato contra novo RRF: HOJE, 14/9, às 14h, em frente à Alerj
Próximo artigoA recomposição salarial é incerta e o pacote de destruição do serviço público avança: a mobilização precisa continuar