Moção de repúdio frente aos atrasos no pagamento do auxílio permanência estudantil na Uerj

0
530

A assembleia docente da Asduerj, realizada dia 12 de setembro, repudia o inaceitável atraso no pagamento de bolsas e auxílios permanência estudantis.

Mais que prejuízos acadêmicos por conta de ausência às aulas devido à falta de recursos financeiros para custear transporte e alimentação, tal atraso compromete ainda a organização geral da vida privada de nossas/os estudantes, sejam universitários, sejam do Instituto de Aplicação da Uerj.

Sabemos que em sociedade tão desiguais como a brasileira, os mais prejudicados com o não pagamento dos auxílios são sempre as pessoas pobres: pretos e pretas moradoras de favela e periferia.

Frente a situação de tamanho desrespeito, a assembleia docente decidiu, por unanimidade, expressar total apoio ao corpo estudantil atingido pelo atraso e, nesse sentido, defender a não realização de provas e exames enquanto perdurar essa situação, bem como não contabilizar faltas.

Cabe à atual Reitoria dar maior transparência àquilo que já foi feito pela administração central da Uerj junto ao governo estadual para superar o desrespeito em curso. Governo e Reitoria são os principais responsáveis por essa situação. Cabe a ambos a solução imediata.

Artigo anteriorA próxima Assembleia Docente será no dia 12/9, terça-feira, às 16h
Próximo artigoAssembleia discute condições de trabalho, aprova mobilização pela base e manifesta apoio a estudantes