Ações afirmativas no ensino básico não profissionalizante: um estudo de caso

0
102

Wania Mesquita

Professora da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro e Pesquisadora do Observatório das Metrópoles
Doutora em Sociologia pelo Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro (IUPERJ)

Flavia Rios
Professora da Universidade Federal Fluminense (UFF) e Pesquisadora do Afro/Cebrap
Doutora em Sociologia pela Universidade de São Paulo

Resumo: O presente artigo investiga a experiência das ações afirmativas no ensino básico, tomando como estudo de caso o Colégio de Aplicação da Uerj, no Rio de Janeiro. A partir de metodologia de entrevistas com profundidade e análises de trajetórias, o artigo expõe o perfil e as origens desses estudantes antes de passarem pelas mudanças educacionais geradas pelo modelo de ensino do colégio universitário.

Palavras-chave: Colégio de Aplicação; Uerj; Raça; Secundaristas; Trajetórias.

AFFIRMATIVE ACTIONS IN BASIC EDUCATION NON-PROFESSIONAL: A CASE STUDY

Abstract: This article investigates the experience of affirmative action in Basic Education, taking as a case study the College of Application of UERJ, in Rio de Janeiro. Based on the methodology of in-depth interviews and trajectory analysis, the article presents the profile and backgrounds of these students before they went through the educational changes generated by the university college teaching model.

Keywords: College of Application; UERJ; Race; Secondary students; Trajectories.

Artigo anteriorDeficiência e universidade: sobre as condições de trabalho de professores universitários com deficiência
Próximo artigoCidade de Deus, a arquitetura da segregação – um estudo sobre dinâmicas socioespaciais na produção de territórios segregados