Educação superior em tempos de pandemia: análise no campo estudantil

0
124

Deise Mancebo
Professora Titular do Instituto de Psicologia da Uerj
Professora no Programa de Pós-graduação em Políticas Públicas e Formação Humana
Doutora em História e Filosofia da Educação pela PUC/SP
Barbara Gabriela Silva e Remane
Graduanda do Instituto de Psicologia da Uerj
Gustavo Henrique Aragão Muniz de Araújo
Graduando do Instituto de Psicologia da Uerj
Matheus dos Santos Sandonato
Graduando do Instituto de Psicologia da Uerj
Rafael Peçanha da Costa
Graduando do Instituto de Psicologia da Uerj
Tatianne da Silva Dutra
Psicóloga graduada pela Uerj

Resumo: O presente artigo expõe resultados preliminares da pesquisa “Educação superior em tempos de pandemia: análise no campo estudantil”. A investigação visa averiguar os impactos psicossociais e o panorama sociopolítico enfrentado por estudantes, durante o período remoto emergencial, bem como do retorno às atividades presenciais. Para tal, fundamentada em uma investigação de caráter exploratório, foi realizada uma revisão bibliográfica em bases de dados, livros e levantamentos de artigos da imprensa alternativa, que elucidaram problemáticas relacionadas ao tema. Adicionalmente, houve a aplicação de um questionário quali-quantitativo em turmas de graduação do curso de Psicologia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). O questionário foi respondido por 26% da totalidade de alunos/as do curso e indicou-nos: (1) o perfil dos/as estudantes; (2) sua vida durante a pandemia; (3) a participação no ensino remoto; e (4) o retorno às atividades presenciais. Concluímos que a pandemia interferiu fortemente na trajetória dos/as estudantes de Psicologia da Uerj, no que tange à formação e a seu percurso acadêmico, mas também em suas vidas pessoais, potencializando os efeitos nefastos da atual fase do neoliberalismo autoritário. O retorno às atividades presenciais também foi bastante difícil e sofrido para muitos/as estudantes, exigindo um planejamento rigoroso, nem sempre possível de ser levado a contento.

Palavras-chave: Pandemia; Educação superior; Estudantes.


HIGHER EDUCATION IN PANDEMIC TIMES: ANALYSIS IN THE STUDENT FIELD
Abstract: This article exposes the preliminary results of the research “Higher education in times of pandemic: analysis in thestudent field”. The investigation aims to investigate the psychosocial impacts and the sociopolitical scenario faced by students during the remote emergency period, as well as their turn to face-to-face activities. To thisend, based on an exploratory investigation, a bibliographical review wascarried out in databases, books, and surveys of articles in the alternative press, which elucidated issues related to the theme. Additionally, a qualitative and quantitative questionnaire was applied to undergraduate classes in the Psychology course at Uerj. The
questionnaire was answered by 26% of the total number of students on the course and provided us with: (1) the profile ofthestudents; (2) yourlifeduringthepandemic; (3) participation in remoteteachingand (4) returnto face-toface activities. We conclude that the pandemic strongly interfered with the trajectory of Psychology students at Uerj, in their academic careers and their personal lives, enhancing the harmful effects of the current phase of authoritarian neoliberalism. Returning to face-to-face activities was also quite difficult and painful for many students, requiring rigorous planning, which was not always possible to complete satisfactorily.

Keywords: Pandemic; Highereducation; Students.

Artigo anteriorEntrevista: Margareth Dalcolmo (Fiocruz)
Próximo artigoRelato de Experiência sobre a Gestão Acadêmica Democrática Participativa no Contexto Pandêmico