Relato de Experiência sobre a Gestão Acadêmica Democrática Participativa no Contexto Pandêmico

0
86

Marilene Parente Gonçalves
Professora adjunta do Departamento de Serviço Social da Universidade Federal Fluminense (UFF/Campos)
Doutora em Sociologia Política, Mestre em Política Social , Assistente Social

Resumo: O presente relato de experiência procura abordar, por meio de análise descritiva, os desafios postos à gestão acadêmica democrática participativa no contexto da pandemia causada pelo novo coronavírus (Covid-19), decretada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), em 2020. Refere-se às reflexões engendradas acerca de experiência profissional como docente do magistério superior, administrando em 2021, primeiramente, a Coordenação de Estágio Supervisionado e, posteriormente, a Chefia de Departamento de
Ensino de curso de graduação da Universidade Federal Fluminense. O contexto desafiador que se esboçou no período pandêmico, no qual o uso da tecnologia se tornou primordial como meio de trabalho, guardou em si certas imposições ao trabalho acadêmico administrativo e fez-se necessário lançar mão de estratégias para garantir espaço de participação da comunidade acadêmica, mesmo que de forma remota. O entendimento das transformações e intensificações desenvolvidas no período pandêmico são analisadas à luz de criticidade e se relacionam às condições objetivas postas ao trabalho “uberizado” e, entre linhas da flexibilidade, se
conecta à realidade do trabalho docente e da realidade discente e perfilam a realidade da universidade pública construída no espaço virtual da privacidade doméstica.

Palavras-chave: Pandemia do novo coronavírus; Gestão acadêmica participativa; Trabalho remoto.

EXPERIENCE REPORT ON PARTICIPATORY DEMOCRATIC ACADEMIC MANAGEMENT IN THE PANDEMIC CONTEXT
Abstract: This experience report seeks to address, through descriptive analysis, the challenges posed to participatory democratic academic management in the context of the New Coronavirus (COVID-19) pandemic, decreed by the World Health Organization (WHO), in 2020. It refers to the reflections developed on professional experience as a higher education professor managing, in 2021, firstly, the Supervised Internship Coordination and, later, the Head of the Teaching Department of the undergraduate course at the Fluminense
Federal University. The challenging context that emerged in the pandemic period, in which the use of technology became paramount as a means of work, had certain impositions on administrative academic work and it was necessary to use strategies to guarantee space for the participation of the academic community, even remotely. The understanding of the transformations and intensifications developed in the pandemic period are analyzed in the light of criticism and relate to the objective conditions posed to ‘uberized’ work,
and between lines of flexibility connects to the reality of teaching work and student reality and shapes the reality of the public university constructed in the virtual space of domestic privacy.

Keywords: New Coronavirus pandemic; Participatory academic management; Remote work.

Artigo anteriorEducação superior em tempos de pandemia: análise no campo estudantil
Próximo artigoConjuntura, eleições presidenciais e a psiquiatrização da extrema-direita: notas para o debate