Projetos sob suspeita: Asduerj convoca reunião para discutir posicionamento diante dos novos fatos

1
598

A Asduerj está convocando para a próxima quinta-feira, 1º/6, uma reunião ampliada do seu Conselho de Representantes (CR), para a qual também serão convidadas e convidados representantes docentes do Conselho Universitário da Uerj, que estão mobilizados pela questão.

Atenção! Houve uma mudança de horário e local da reunião desta quinta-feira, 1º/6. O encontro foi antecipado para o início da tarde, das 12h às 14h. E acontecerá na Faculdade de Direito, 7º andar, Bloco A, sala 7006 (Ministro Oscar Dias Corrêa), Pavilhão João Lyra Filho, Campus Maracanã. Lembrando que a reunião será aberta a todas e todos que quiserem participar.

O objetivo será discutir, além de um posicionamento coletivo, possíveis ações perante às inúmeras suspeitas levantadas por uma série de reportagens veiculadas num portal de noticias, segundo a qual projetos com a chancela da Uerj e financiados por orçamento descentralizado teriam contratado pessoas ligados a aliados do governador Cláudio Castro.

Na última reportagem publicada neste domingo, 28/5, o portal revela que dois membros de comissões de sindicâncias criadas recentemente pelo Reitor para investigar os últimos casos constavam em folhas de pagamento secretas e teriam recebidos juntos R$ 279 mil dos próprios projetos que estariam sob apuração de irregularidades.

Em Nota publicada na página e redes sociais oficiais da Uerj no mesmo dia da reportagem, a Reitoria alega que os servidores, ambos procuradores da Uerj, teriam sido nomeados, “por integrarem órgão de controle interno da Universidade e terem larga experiência na participação em comissões de sindicância”. Afirma ainda que “após tomarem conhecimento do objeto da apuração, os servidores, por iniciativa própria, declinaram da referida função”.

Segundo o Portal, a Nota da Reitoria teria afirmado ainda não ter conhecimento prévio sob a participação de servidores em projetos. Trecho que, ao que parece, foi retirado da Nota, após a reação indignada de alguns seguidores nas redes sociais da universidade.

O fato esdrúxulo de pessoas que participaram e receberam por esses projetos estarem em comissões que apuram a existência de irregularidades nas suas operações já havia sido alvo de protesto de membros do conselho universitário em sessões que discutiram o tema.

Artigo anteriorUerj sofre com a deterioração de sua estrutura e de seus salários, enquanto tem seu nome envolvido em suspeitas de desvio de verbas para aliados do Governador
Próximo artigoEm reunião ampliada da Asduerj, docentes propõem Atos para cobrar da Reitoria apuração de irregularidades em projetos da Uerj

1 COMENTÁRIO

Comments are closed.